Quarta-feira, 4 de Junho de 2008

Tradução do MSN e inetrnet :D

A importância da Internet

Bill: Eu penso que é importante para qualquer banda fazer parte do mundo da Internet e para nós foi muito importante tudo o que diz respeito à Internet, porque connosco funcionou desta forma, no inicio existiam algumas páginas feitas por fãs e depois nós íamos até aos seus países, por isso a Internet tem uma grande importância e nós estamos muito contentes e muito nervosos. Esta noite é o nosso segundo concerto em Los Angeles e estamos realmente felizes e muito nervosos
 
O que podemos esperar da actuação desta noite
Tom: Podem esperar um excelente guitarrista
Georg: E um som espectacular…um som inacreditável.
Tom: Pois vamos ver…
Bill: Eu penso que é um espectáculo de rock, é um pouco mais pequeno, porque esta noite actuamos num clube, portanto é um pouco diferente do que costumamos fazer. Nós temos dois dvd’s ao vivo na Europa, grandes concertos em que estiveram por volta de 12000 a 13000 pessoas por isso é um pouco diferente esta noite, temos um palco mais pequeno. Mas eu penso que é fixe tocar em pequenos clubes com toda a atmosfera e a audiência. Mas podem esperar um espectáculo de rock….um bom espectáculo de rock.
Tom: um espectáculo de rock barulhento…

Pequenos concertos vs. Grandes concertos

Tom: Começámos por dar pequenos espectáculos , penso que à três anos atrás estávamos a tocar em pequenos clubes para cinco pessoas, mas gostamos dos dois tipos. Já tocámos três tournées europeias e foi maravilhoso, grandes concertos para 17000 pessoas, uma grande produção, o nosso próprio palco, temos uma grande equipa e isso também é espectacular mas também gostamos de pequenos concertos.
Bill: Eu adoro ter o meu próprio palco, temos a nossa própria equipa e isso é muito fixe, mas também adoro os clubes porque a audiência está tão próxima de ti…

Fans

Bill: É mesmo muito fixe, porque nunca esperámos tantas pessoas, é o nosso segundo concerto e ainda estamos a iniciar-nos nos Estados Unidos. Nós viajamos e falamos com toda a gente, víamos dois ou três fãs, portanto nunca esperámos ter tanta gente à nossa espera à porta do local do concerto. É muito bom estar aqui. Eu acho que os fãs dos Tokio Hotel são os melhores fãs do mundo, porque são tão enérgicos, estão sempre presentes, viajam connosco…
Tom: No início eles apoiaram-nos sempre, em todos os países e é um sentimento incrível chegar a um novo país e perceber que já tens fãs à tua espera no aeroporto. A última vez que cá estivemos demos alguns concertos e os fãs cantaram também as músicas em alemão e isso é espectacular, é muito bom
 
Influências musicais
Bill: Nós não temos assim uma banda que nos influencie porque nós ouvimos tipos de música completamente diferentes e por isso não existe assim uma grande banda que nos influencie. Nós entramos no nosso estúdio de gravação e fazemos as nossas próprias canções e sempre fomos os Tokio Hotel são coisas que nos saem naturalmente e estamos sempre de acordo…
 
Tom: Nunca tentámos imitar o som de nenhuma banda. O Georg ouve David Hasselhoff, o Gustav gosta de música mais pesada, o Bill ouve Nena e eu ouço Hip Hop alemão nos meus tempos livres, é tudo muito distinto. Mas é como o Bill disse, nós entramos no estúdio de gravação e começamos a fazer música sempre saiu naturalmente, é Tokio Hotel.
 
Formação dos Tokio Hotel
Bill: No início era apenas o Tom e eu, tínhamos apenas 7 anos quando começámos a fazer as nossas músicas, eu escrevia as minhas próprias letras, claro que eram em Alemão, porque eu não falo inglês e o meu inglês é mesmo muito mau, portanto eu escrevia em alemão. O meu primeiro contacto com a música foi através de um concerto da Nena na televisão, eu vi a Nena em palco e depois disso eu disse: ok eu quero fazer o mesmo…eu quero mesmo estar em palco. Entretanto começámos a fazer as nossas músicas e tocávamos em pequenos clubes e casamentos e coisas do género…
Depois conhecemos o Georg e o Gustav numa das nossas actuações na nossa cidade Magdeburg….
 
Tom: E depois da actuação eles disseram…nós temos de tocar naquela banda! A vossa actuação foi maravilhosa temos de tocar na vossa banda.
 
Georg: Alguém tem de ajudá-los!
 
Bill: Nós já andávamos à procura de um baterista e de um baixista, porque eu utilizava um teclado…
 
Georg: Mas tu eras muito bom no teclado…
 
Bill: Eu não sei tocar nenhum instrumento sempre fui demasiado preguiçoso para aprender a tocar. Portanto fomos com o Georg e o Gustav para a nossa sala de ensaioa e isso já foi à oito anos atrás.
 
Tom e Gustav: Oito anos atrás…
 
Jornalista: E agora tocam para 17000 pessoas.
 
Bill: Sim, no início eram apenas só umas cinco pessoas no clube.
 
Tom: E nós tocávamos sem parar na nossa cidade em Magdeburg.
 
Georg: Todos os fins de semana no mesmo clube, porque não havia mais nenhum no qual pudéssemos tocar.
 
Tom: Depois de algum tempo conhecemos um produtor e ele disse: Ok vamos para o meu estúdio e vamos gravar algum material e durante dois anos estivemos a trabalhar juntos.
 
Bill:Quando tínhamos 15 anos lançámos o nosso primeiro single.
 
Tom: Dia 25 de Agosto o nosso primeiro single saiu.
 
Bill: E a partir daí começou tudo.
 
Processo Creativo
Bill: Penso que é sempre diferente. Por vezes eu tenho as letras, vou ter com o Tom e canto a melodia ou mostro-lhe as minhas letras e depois ele toca na guitarra. mas ás vezes é o tom que tem um som na guitarra e ele vem ter comigo. E eu tenho a ideia para uma letra. Por isso é ...

Tom: sempre diferente. Trabalhamos juntos com 4 produtores e ...

Bill: Depois vamos para o quarto de ensaios e depois

Georg: Arranjamos a canção.

Bill: Sim, juntos.

Tom: O tempo no estúdio é bom. Estamos mais à vontade.

Bill: Mas eu acho que é fixe mostrar as nossas músicas ao público... porque

Tom: Vês a sua reacção.

Bill: Sim

Georg: É bom!

Bill: Ya, é a melhor coisa :D
 
A barreira linguística
Bill: Para mim foi mesmo um desafio. O meu inglês como vêem não é tão bom. Mas eu sou um perfeccionista, e queria muito soar como um falador nativo e não como um alemão a tentar falar inglês. Depois fui ao nosso quarto de ensaios, no nosso estúdio, e sim.. traduzimos as nossas músicas uma por uma. Queriamos algo bom.  Penso que levou-nos algum tempo. Sim levou-nos algum tempo para soar natural, acho que ficou bem.

Jornalista: Soa Bem.

Bill: Obrigada

Bill: É o nosso primeiro CD (em inglês). Mas queremos fazer mais coisas destas, penso que...

Tom: No futuro iremos escrever sempre as músicas em alemão e depois ....

Bill e Tom: serão traduzidas

Tom: para inglês

Scream
Bill: Scream(Grita)? Scream é uma das nossas primeiras canções, é sobre, gritares por tudo o que tu queres, pelos teus direitos e gritares pela tua vida. Em qualquer situação, na tua escola, trabalho, ou onde quer que for!
As vezes tu queres gritar! E esta música é sobre fazê-lo. Grita! Às vezes temos de fazê-lo.

RSG
Bill: Ready Set Go!?  É um pouco a nossa história. É sobre ...

Bill e Tom: a nossa vida.

Bill: Porque... começamos uma nova vida de um dia para outro. Andávamos  na escola como como rapazes normais e

Tom: Uma vida muito má!

Tom: Uma vida triste!

Bill: O nosso single foi lançado e começamos uma nova vida. Andamos em tour e essas coisas. É sobre....

Tom: Ultrapassares os teus limites

Bill: Sim, ultrapassares os teus limites e não teres medo de começar uma nova vida

Monsoon
Bill: Monsoon é uma canção de amor.

Gustav (suspira)

Risos

Bill: Quer dizer, É mesmo uma canção de amor, foi o nosso primeiro single na Alemanha. E é muito especial para nós porque lançou-nos pela Europa, e toda a gente pode cantá-la. O público canta-a ou em alemão ou em inglês. É mesmo uma cançao dos fãs, foram eles que escolheram esta canção.

Tom: Foi uma ideia do Georg, porque ele ama-me tanto por isso ele escreveu-a para mim.

(Risos)

Georg: Por ti irei através da monção (risos)

Tom: Sim é para mim!

(risos)

Encontrar a fama numa idade jovem
Bill: Penso que tivemos muita sorte. Havia um produtor ...

Tom: Em Magdeburg

Bill: Quer dizer, normalmente é algo que nunca acontece. Houve um produtor e nós tivemos tanta sorte nele ter vindo ter conosco e dito: "Ok, venham comigo ao estudio"

Tom: Obtivemos o nosso contrato discográfico, começamos a tocar muito jovens. Foi fantástico para uma banda alemã porque nem todas as bandas têm a oportunidade de irem a outros países ...

Georg: Como uma banda alemã,

Tom: Como uma banda alemã,  por isso tivemos muita sorte.

Bill: Sim

Planos para o resto de 2008
Bill: Penso que depois da América voltaremos para  para a Europa. Faremos alguns concertos, festivais depois iremos para o estúdio. Queremos muito escrever novas canções, gravar novas músicas. É isso que faremos o resto do ano. Alguns festivais e escrever músicas!

Bill: Hey, nós somos os ...

Todos: Tokio Hotel!

Bill: E vocês estão a ver o MSN Concerts!
publicado por UNION TH § às 22:49

link do post | comentar | favorito

~

Since 2008

© Layout by Union TH; Versão 13.0
<



 
 


Compra já a tua!



Twitter



Facebook



Photobucket

Regras

§Não desrespeitar qualquer fã ou membro da equipa
§Não fazer publicidade
§Linguagem cuidada.
§Caso algum dos ditames seja desrespeitado o utilizador em causa será banido


.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31


Hier klicken!



Visits:

shared hosting